sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Uma festa, diferente...

Após alguma ausencia, cá estou de volta...

Para começar peço desculpa por este desaparecimento, quem conheçe este blogue, sabe que eu escrevo em base nos meus sentimentos, quando estes não existem, ou digamos estão adormecidos, a inspiração vai-se... Está bem, o factor de eu estar de ferias não ajuda LOL ;).

Agora o post em si, este vai ser um bocado diferente, e é basicamente uma critica a esses ditos estudos feitos pelas televisões que só servem para atirar areia aos olhos da população em geral.

Ora, este fim de semana foi a festa de anos da minha irmã de 15 anos, e arranjamos maneira de trazer 7 amigos dela para a minha casa em Mirandela para passar o fim de semana. Ora estamos a falar de miudos de 15 anos, aqueles que segundo os ditos estudos não largam a playstation, nem suportam aldeias antigas e rurais. Ora com uma aparelhagem e algum ar livre, passou se um fim de semana sem tocar na dita playstation, a tomar banho no rio, e a jogar a bola, a dançar, a cantar, e a fazer apanhas do touro (obviamente um de nos era o touro, isso tudo graças ao gorro que o licor beirão nos ofereçeu, que devo admitir que eu sou fã desta bebida).

Ora, todos sairam daqui de casa tristes, sem vontande de ir embora, e quando vemos os hi5 deles, todos têm fotos da aldeia antiga onde se encontra a minha casa, e denominaram na a melhor festa de sempre.

Sem discotecas, sem alcool(o licor é só MEU), sem playstation, só espirito de grupo e vontade em nos dvertir. Agora a pergunta que vos deixo, serão as crianças que não gostam de se divertir "à maneira antiga" ou elas divertem-se "à maneira moderna" porque os pais só lhes dão condições para isso?

6 comentários:

Frankie disse...

Ai credo! Ele hoje tocou num assunto sério!!! Aaaaaaaaai, mano! Estás a ficar ADULTO! Txxiiii, pensei que nós nunca íamos chegar a esse patamar!!!

(Já experimentaste meter o termómetro?! Isso não será febre?!)




Bem, mano, agora que já disparatei um bocado (desculpa mas não resisti) deixa-me dizer-te que acho a tua questão muito pertinente.
E, como tal, suponho que adivinhes a minha resposta.

Beijinho grande*
Have fun out there ;)

BlodyGirl (Alexandra) disse...

A Frankie pirou de vez... xD
Bem, quanto ao post... Acho que é isso mesmo, quer dizer nem é, a culpa não é bem dos pais, é mais da sociedade que evoluiu. Agora parece mal os miúdos andarem sujos de lama, parece mal terem feridas que os pais não curam, parece mal... Mas afinal de contas nem são os putos que parecem mal, é a nova sociedade que parece mal com os seus pensamentos estúpidos mas o que se há-de fazer? Larguem as crianças! Deixem-nas divertirem-se, deixem-nas viverem!

Adorei o post Tirsinho! Tenho saudades tuas. =( Beijinhos para um rapaz 6(seis) estrelas! =)

kami disse...

Olá!

Bom teê-lo de volta!

E sabe que acho que as crianças de hoje tem uma urgencia em crescer devido o que lhes imposto pela midia!
Quanto a forma que se divertem, acho que muitas delas não tem condições de estar neste tipo de ambiente, a vida nas cidades é por demais corrida...

Bjusss

biazinha disse...

A tecnologia não substitui o verdadeiro pazer de ser criança!
Beijos.*

Raquel disse...

Interessante, muito interessante.
Este texto é que merecia ser publicado nos media (em concreto, os jornais).

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Que texto belíssimo.Adorei ler cada frase dele.
marthacorreaonline.blogspot.com