quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

Dia dos Namorados


Estou a aqui a fazer horas, e decidi vir fazer um post cá ao blog, apesar da inspiração não ser a maior e inclusive não ter grandes novidades para dar, sinceramente não sei bem o que vai sair daqui, mas também se eu não gostar isto vai parar aos cerca de 20 textos que estão guardados nos rascunhos visto eu acha-los horríveis.

Ora Hoje é dia 14 de Fevereiro, o dito dia dos namorados, e sinceramente acho bem este tipo de dias, nestes dia reservado a aqueles que têm uma cara metade, se calhar nem precisa de ser uma cara metade, se calhar até já não tem o mesmo significado que outrora já teve.

Eu este ano não o celebro, a primeira vez em alguns anos, não me sinto sozinho , nem me sinto carente, é só um dia , mais um dia sem significado, não tenho nenhuma memoria assim que seja digna de festejo, é só mais uma mera quinta feira e sinceramente, é mesmo um dia como os outros, numa relação correcta, não será um dia diferente, pois quem ama não precisa de uma desculpa para convidar o seu amor a jantar fora e a beber um copo, ou mesmo oferecer aquele peluche com o coração, ou mesmo a mítica caixa de chocolates.

Chega-se a uma altura que este dia parece mais uma manobra de marketing(alias como todas as épocas) exageradamente "vermelho" e com corações a mais. Não tou aqui a questionar o valor deste dia, e sinceramente se namorasse, estaria neste momento a planear a tentativa de um serão inesquecível, mas não seria nada que eu não fizesse noutro dia qualquer.

Este é um post que cheira a inveja, mas não, se eu tivesse blog o ano passado apesar de namorar teria a mesma opinião. Eu não questiono o dia dos namorados, eu questiono o uso EXAGERADO destas datas simbólicas para ganhar dinheiro, e já que esta tentativa existe, ao menos quem usa isso que seja original, porque quem passou muitos dias dos namorados acompanhado, já tem milhentos corações e ursinhos. eh pah ao menos existe uma loja de chocolates que fez ramos de chocolates.. original...;)

6 comentários:

Jeust disse...

Mais uma manobra de marketing sim, juntando-se ao Natal, à Páscoa, Hanukkah, São João, Fim de Ano...

Uma data para abrir os bolsos e presentear alguém com algo intensamente desinspirado, mas mesmo assim vibrante com o nosso sentimento. Ou intensamente vibrante, com o nosso desinspirado amor... ou intensamente revelador do nosso sentimento palpitante...

Uma data para dar algo, não necessita de ser comprado, apenas carregado do nosso sentimento.

Mas o dia dos namorados é quando se quer, e sempre que se quer.

Logo isto é apenas uma formalidade descapitalizadora...

Ao menos que se inove no na prenda.

Grande texto maluco... :)

Abraços

Malabei disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Frankie disse...

Olá mano.

Vais-me desculpar mas não vou comentar o post. Na verdade nem o li.

As coisas andam complicadas, por estes lados.
Os ventos andam maus.

Tenho saudades tuas e gostava de falar. Se puderes. Quando puderes...

Beijinho grande*
Adoro-te, mano*

Raquel disse...

Percebi a ideia do texto, mas continuo a ser favor do dia dos namorados, assim como das restantes festas oficiais referidas pelo Jeust.

VIVA A FESTA!!!

VIVAM TODAS AS OCASIÕES E PRETEXTOS PARA REUNIR AS PESSOAS EM SAUDÁVEL ALEGRIA!!! :D

Ricky Malfoy disse...

Jeust: nao preciso de comentar porque estamos em concordancia

Frankie: nos vamos tratar disso ;) confia em mim

Raquel: eu nao sou contra o dia dos namorados nem nenhuma festa.. para mim era festa todos os dias, eu so condeno a exploraçao das empresa dessas datas ser Demasiada...

Bjs e abraços

Ivan disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.